Especial destination wedding na Itália: tudo sobre Veneza

Chegamos ao fim de mais um super especial destination wedding aqui no blog. E depois de Portugal, não poderia escolher outro destino, que não a mágica e tão convidativa Itália. Minha última parada no país é a musa Veneza. Musa sim, porque é de um feitiço, de um encanto, que só quem é musa sabe.

Curta a página do Aonde Casar no Facebook!

Para quem não conhece, acha que Veneza é só um point lindo para passear de barco e visualizar, ainda das gôndolas, os charmosos e encantadores prédios antigos. Mas Veneza é muito mais, e eu vou compartilhar aqui com vocês tudo que a cidade tem para um lindo e magnífico destination wedding.

Hello, Veneza!

QUANDO IR PARA VENEZA?

Quis logo começar por este tópico, porque realmente é um assunto bem polêmico. O verão europeu é destino do mundo, isso ninguém tem dúvida, e quando falamos de uma das cidades mais belas e visitadas do mundo, o verão é sem dúvida a época que você deve fugir! rs… Não que seja proibido visitar Veneza durante os meses de junho, julho e agosto, é só que você precisa estar super preparado para encontrar uma verdadeira multidão de pessoas, filas por todos os lados, demora para tudo… E quando a gente fala em casamento, estamos falando de muitos convidados, e de não perder tempo de maneira nenhuma. Ah, e não podemos ignorar os termômetros, que chegam aos 40 graus no alto verão. Ou seja, escolha qualquer outro mês para casar por lá!

Casamento lindo em Veneza

ONDE FICAR?

Se dá para ficar em Mestre (no continente)? Dá, claro! Mas eu recomendo mesmo é ficar em Veneza. Além de muito mais prático para os noivos e seus convidados, você não perde tempo atravessando os inúmeros canais. Neste link tem minhas indicações de lugares para ficar e casar também.

As (milhares de) pombinhas da Piazza San Marco não podem ficar de fora das fotos

O QUE FAZER EM VENEZA?

Veneza tem muito mais a oferecer aos turistas do que você pensa. Mais que a Piazza San Marco e a Ponte di Rialto, que sem dúvida devem estar no roteiro, gosto mesmo é de correr pelas ruas hiper charmosas da cidade. A cada esquina, uma nova descoberta, um novo comércio ou mesmo um museus pequeno, mas rico de arte. Meus bairros favoritos são Cannaregio e Castello. Outra dica é se aventurar pelas ilhas vizinhas, como Murano, tradicional fabricante de vidros, e de Burano, repleta de casinhas coloridas.

Sobre o passeio de gôndola, eu sempre tenho um ditado: “quem converte, não se diverte!” É caro sim, mas vale cada euro pago. Veneza tem muito charme, mas também muitas curvas e vielas que são super fáceis de se perder. A melhor e mais gostosa maneira de conhecer os interiores da cidade é realmente via canal, ou seja, de gôndola. É só nela, sentadinho e com a certeza de que ninguém vai te pedir passagem, que você vai poder admirar as construções dos palácios dos nobres venezianos.

Quero já me teletransportrar…

Sempre recomendo que meus noivos que escolhem Veneza, que programem uma viagem de pelo menos três dias. Parece muito, mas não é! Veneza precisa ser vivida, e só vive quem tem tempo. E não dá para ignorar que todos estão ali para o casamento, então terá pré-wedding, o casamento e o almoço de despedida. Já vi muita gente voltando com a sensação de “não gostei muito”, ou mesmo “me arrependi porque foi muito rápido”. E esses sentimentos são os que não queremos nos convidados ao final da viagem.

E olha que legal, dá para fazer o ensaio dos noivos na gôndola…

… e fotos com padrinhos e convidados devidamente disfarçados de venezianos

ONDE COMER?

A maioria dos hotéis são ótimos e possuem uma gastronomia para lá de estrelada e saborosa. Mas saindo deles, minha dica é fugir dos restaurantes mais badaladinhos e com cardápios em inglês. Um dos meus favoritos são os bacari, bares tradicionais especializados em petiscos, chamados por lá de cicchetti. Um dos melhores, fora da muvuca, é a Osteria Al Cicheto, que serve um bacalhau amanteigado de textura levíssima e que me mata cada vez que lembro. rs!

Adoro o restaurante do Centurion Palace

A Osteria Al Cicheto fica nesta charmosa varanda

Tagliata di tonno in crosta con salmoriglia di prezzemolo secondi, um dos clássicos pra quem quer fugir das massas

A IMPORTÂNCIA DE SE TER ALGUÉM QUE CONHECE VENEZA

Já deu para vocês perceberem que amo Veneza, mas que a cidade realmente tem suas peculiaridades. Digo e repito que é um paraíso para casamentos. A experiência que a cidade proporciona para os noivos e convidados, eu não vi em quase nenhum outro lugar. E por que acho importante ter alguém que conhece bem Veneza? Porque ela é cheia de pegadinhas. Quando você vai como turista, sem orientação de uma agência de viagem, ninguém te avisa que não adianta de nada ter malas com rodinhas. As pontes que você precisará atravessar do hotel ou da rodoviária para chegar ao seu hotel são cheias de escadas. Eu, que já estou acostumada com isso e tenho um time show de profissionais que trabalham comigo, já organizo toda a logística dos convidados, tenho parceiros de transportes de bagagem… Esse é o único exemplo que queria dar, para vocês entenderem a importância tanto de um profissional, como de um profissional brasileiro no seu casamento – os europeus estão super acostumados a passagem “perregues”, e nós brasileiros não.

Amo me perder pelas ruelas de Veneza, rsss!

E aí, o que acharam? Vamos todos para Veneza? Estou louca para voltar!

Espero que tenho gostado não só deste post, como de todo o especial destination wedding na Itália. Até a próxima, e quem quiser me sugerir um novo destino, só deixar um comentário neste post!

Beijos,
Simone 😘

 

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *

 

*

Translate »