Destination wedding: quantas visitas técnicas preciso fazer? O que fazer em cada uma?

lrg_1410808992

Destino bom é o que não falta no mundo, agora saber qual é o ideal para você, só mesmo as visitas técnicas poderão te dizer. No post de hoje, trago dicas fundamentais sobre as passagens dos noivos pelo local, bem como o que fazer em cada uma e quantas são preciso. Espero que gostem!

Curta a página do Aonde Casar no Facebook!

Primeira visita = o coração precisa bater mais forte

A primeira visita é o que a gente chama de “encontrar seu cantinho no mundo”. Esta viagem é feita apenas pelos noivos, tudo, de preferência, organizada pela wedding planner do casal. Neste momento, mais que conhecer o destino, os noivos precisam sentir que é ali o lugar certo, onde todos os amigos e convidados se sentirão bem.

Leia também: Destination wedding: 6 cuidados essenciais e primordiais na hora de organizar um casamento longe de casa

Segunda visita = o dia de chegar ao extremo!

A segunda visita é basicamente para ter certeza que tudo ali é sério e que você pode ficar tranquilo quanto a organização de seu casamento. Nesta viagem, é fundamental levar sua wedding planner brasileira. Durante a viagem, você conhecerá todos os fornecedores disponíveis, poderá fazer as degustações e descobrir o que pode ou não pode fazer. Para esta viagem, costumo dar uma dica boa para as noivas: seja o demônio da recepção e faça pedidos absurdos em horários loucos. Parece bobeira, mas ninguém sabe como você estará nos dias de seu destination. E se te der a louca de querer comer uma sobremesa no meio da madrugada, será que o hotel está preparado? E se alguém se sentir mal, tem remédio? tem farmácia perto? Tudo isso é essencial para não ter surpresas.

E mais: Top 5: os principais motivos para o crescimento do destination wedding

Terceira e última visita = é hora de levar os pais e quem for de extrema importância

Nesta etapa, você irá checar se está tudo certo, se há alguma mudança ou troca que gostaria de fazer. Além disso, os noivos costumam levar seus pais e pessoas essenciais. No começo eu era um pouco contra, principalmente porque o destination wedding é para ser uma surpresa para todos, mas hoje já acho importante. A final, nossos pais também precisam curtir do começo ao fim todos os detalhes.

Veja agora algumas visitas que já fiz:

 

lrg_1417734834

E o papo correu solto no Plaza Athenée, em Paris, França

 

lrg_1410812180

Checando até a vista de Roma, Itália, que o quarto do Parco Dei Principe

 

lrg_1410809271

Olha a gente no Eden Rock, em St. Barth, no Caribe

 

lrg_1411958329

Me deu até uma saudade extra por essa capela ao ar livre do Caesars Palace, em Las Vegas, Estados Unidos

 

lrg_1410790984

E o check-list é geral no Fasano, Rio de Janeiro

E então, o que acharam? E se você achou três visitas pouco, fique tranquilo, dependendo do destino que você escolher, tem voos diretos toda semana…rsrsrs…

Espero que tenha ajuda com o post de hoje,
Beijos,
Simone!

*Para contratação do Aonde Casar, as visitas técnicas ficam reduzidas para apenas uma com nossa equipe, uma vez que os lugares indicados por nós já foram vistoriados diversas vezes. 

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *

 

*

Translate »